Sobre

DJ NYACK

Fernando Carmo é DJ Nyack, um dos profissionais dos toca discos mais jovem na idade, com apenas 23 anos, e também na carreira, mas que coleciona momentos inesquecíveis que já ganharam projeção nacional e internacional. Desde 2003 ele não desgruda das pick ups. Desde 2007 é o DJ do rapper Emicida.

A primeira viagem internacional a trabalho de Nyack foi para os Estados Unidos, em 2011, a convite do Coachella Festival. O DJ se apresentou com Emicida e Rael, ficou uma semana em Los Angeles e uma semana em Nova York, onde fez um set na East Village Radio, após acompanhar Emicida na mesma rádio. Nesses últimos três anos seu trabalho ganhou ainda mais projeção, ele passou pela Argentina, Inglaterra, Alemanha e Suíça.

A carreira de Nyack pode parecer meteórica, mas só parece. Aos 14 anos, Nyack participou do projeto “Do Risco ao Rabisco”, promovido pela ONG UNEGRO, do Jardim Brasil, bairro que o DJ nasceu e mora até hoje. DJ Marco (cantora Céu e festa Sintonia), que estava à frente da oficina da ONG, é um de seus grandes incentivadores. KL Jay (Racionais e festa Sintonia), DJ Will, DJ PR!MO, Kamau, Emicida e Renato Dias (Sinhô Preto Velho) também estão entre os que acreditam e apoiaram seu trabalho.

“Comecei a fazer essa oficina com o Dj Marco em 2003 e lembro da sensação quando fui à primeira aula e Marco contou a história do hip-hop, como surgiu o porquê dela ter surgido e tudo mais. A partir daquele momento, minha vida tomaria um outro rumo”, relembra Nyack, que começou a tocar nas festas de São Paulo em 2005 e também fez parte do grupo da zona norte Primeira Função.

Dj Nyack

Os estudos da música teve como influência, além de seus mestres brasileiros, ícones internacionais do rap, como J. Dilla, Dj Premier, Pete Rock, 9th Wonder entre outros. No entanto, não é só o rap que faz parte do set list de Nyack. O DJ é um estudioso da música brasileira. De seu case também saem samba, samba-rock, bossa nova, MPB, funk, soul e acid jazz e a pesquisa não para. Seu flerte com a MPB rendeu em 2007 uma temporada como DJ no tradicional Bar Brahma (SP), no projeto Esquina da MPB. Ele também fez um set de música brasileira na rádio Miss Lilly’s (NY), após apresentação de seu parceiro Emicida.

Nyack já discotecou no extinto Indie Hip Hop (2008), um dos principais festivais de rap no Brasil. Outro músico que Nyack já acompanhou foi Curumin, em duas apresentações em 2008. Em 2009, junto com Emicida, Nyack tocou no Festival Calango (Cuiabá/MT). Em 2010, tocou durante o lançamento da mixtape Emicídio, no Studio Emme. Em 2011 passou pelo Coachella Festival (USA), Urban Music Festival e The Creators Project (USA).

No mesmo ano, Nyack subiu ao palco do The Creators Project Brasil, para lançar o EP Doozicabraba e Revolução Silenciosa de Emicida. Também em 2011 o DJ acompanhou o rapper no Rock in Rio e fizeram parceria no palco com nada menos que Martinho da Vila e Cidade Negra. Também participou do festival de música e sustentabilidade SWU.

O ano de 2011 continuou intenso, com a abertura da premiação VMB (MTV Brasil) com Macaco Bong, Nação Zumbi, Seu Jorge e Guizado. Para encerrar o ano com chave de ouro, Nyack foi VJ do programa Sangue B da mesma emissora de setembro a dezembro.

Em 2012, Nyack comandou os toca-discos no show de Emicida e Criolo no Sesc Pompéia durante quatro apresentações. E então uma coleção de apresentações importantes faz parte da lista: Grito Rock Festival em Buenos Aires com o Emicida, Back2Black em Londres, Montreux Jazz Festival com Emicida e Cidade Negra, Born 2 Roll em Berlin com direito à discotecagem na festa. “São momentos inesquecíveis de festas e aprendizado. Em agosto discotequei no The Creators Project Brasil. Em Setembro fizemos ‘Dedo Na Ferida’ no VMB, junto com Igor Cavalera na bateria e Lucio Maia da Nação Zumbi, além de Joe, que acompanha a Pitty. São parcerias que marcaram minha jovem história, experiências que me ajudarão na caminhada”.

Em janeiro Nyack tocou em três festas em Berlim. Em março, ele se apresentou no SXSW Festival, que ocorreu em Austin, no Texas. Também neste ano foi idealizador do vinil “Samba Raro”, disco de Max de Castro lançado há 13 anos que acaba de ganhar uma versão prensada em vinil. O projeto foi realizado em parceria com Bruno Borges, mais conhecido como DJ Niggas, dono do selo Brasilis Grooves, e do próprio Max. Além de tocar na banda do cantor, Nyack assumiu os toca-discos nos shows de lançamento do vinil.

Dj Nyack

DJ Nyack é viciado em divertir seu público e levar conhecimento musical por meio de mixtapes – seleções de músicas mixadas pelo DJ disponibilizadas na internet para download gratuito. Até o momento já foram 48 mixtapes, sem falar da contagiante Remixtape, com músicas de Emicida rimadas por rappers convidados que ganharam novas versões. E para honrar a sua área, a zona norte de São Paulo, uma parceria com o rapper Kamau, amigo de longa data, anima os fãs. É o Zona Norte Sistema de Som (ZNSS), um projeto de mixtapes mensais que, além de ter MP3 disponível na rede, também ganhou vídeos dos dois artistas em ação durante a mixagem.

O sonho de Nyack é viver somente de música, pois o caminho de sucesso ainda é tortuoso e cheio de desafios. “Sonho em influenciar as pessoas como eu me influenciei um dia por tantos outros, sem pretensões, mas com isso acho que serei prova viva que deixei minha assinatura aqui na Terra”, conta Nyack.

E No dia 30 de junho de 2013, foi ao ar no canal Multishow o reality de DJs amadores Batalha de DJs, parceria com a SKYY Vodka. Nyack teve seu talento reconhecido e foi convidado para ser juiz em uma das edições do programa.